ESTUDO DE CÉLULA – TER UM CORAÇÃO PARA DEUS- PARTE FINAL

TER UM CORAÇÃO PARA DEUS- PARTE FINAL

TEXTO: I Sm 16:7

Deus é o Deus dos corações. Ele não olha o nosso exterior, e nem nos julga pelo critério da aparência. O ser humano julga segundo a carne, mas Deus julga segundo o coração. É importante estarmos em contato com nosso mundo interior, observamos como nos sentimos e pensamos com relação a tudo. É importante refletirmos continuamente como está o nosso coração, para que sejamos homens/mulheres aprovados por Deus.

Neste mês de fevereiro estudamos sobre a importância de Deus termos um coração 100% entregue a Deus. E que quando nosso coração pertence a Deus, também teremos um coração disposto a servir o Reino de Deus, com amor, alegria e humildade. Hoje finalizaremos essa série de estudos, abordando sobre mais 3 condições que nos ajudam a identificar se nosso coração está ou não alinhado ao coração de Deus.

1- Ter um coração sensível a voz do Espírito– (Ef 4:30-32; Hb 3:7,8)

Pergunte aos participantes: Em sua opinião, o que é ter um coração sensível a voz do Senhor?

Ter um coração sensível equivale a ter uma consciência sensível, e termos sensibilidade de consciência é fundamental para que Deus nos use. Quando Deus nos mostra que fizemos algo errado, devemos simplesmente dizer: “Certo Senhor, tu estás correto, eu estou errado, não há desculpas, por favor me perdoe e me ajude a não fazer isso novamente”. Isso nos ajuda a ter uma consciência sensível diante de Deus. Mas quando começamos a dar justificativas ou desculpas para aquilo que fizemos de errado, passamos a desenvolver uma pequena calosidade em nossa consciência. Por exemplo, se eu trato mal uma pessoa e não me arrependo, minha consciência começa a ficar com essa calosidade. Na próxima vez minha consciência fica ainda mais calejada. Em pouco tempo, embora eu me apresente como uma pessoa que ama a Deus, Ele pode deixar de me usar, pois estou maltratando, desrespeitando e humilhando os outros. E o pior é que nem mesmo percebo que estou fazendo isso porque não tenho um coração e consciência sensíveis perante Deus. É muito perigoso ter um coração duro e uma consciência cauterizada, porque não seremos capazes de ver se estamos fazendo algo errado ou não.

Em Atos 24:16 Paulo descreve o que ele fez para manter uma consciência sensível. Ele se empenhou para manter uma consciência pura porque sabia que não poderia ministrar com um coração duro. Nossa oração constante deve ser para termos um coração e consciência sensíveis perante o Senhor.

2- Ter um coração fiel – (Mt 25:23, Lc 16:10, I Co 4:2)

Pergunte aos participantes: Em sua opinião, o que significa ter um coração fiel?

Ser fiel é ser alguém ‘confiável’, digno de confiança, honesto, sincero, que demonstra lealdade, que cumpre a sua palavra. Deus é fiel e deseja que tenhamos um coração fiel em tudo. Que sejamos pessoas as quais Ele pode confiar para realizar seus planos na terra. Que sejamos pessoas honestas, e dignas de confiança em todo ambiente que estivermos, seja no trabalho, na família, ou na igreja.

Sabem como Deus testa a nossa fidelidade? Ele nos dá algo para fazer em um momento em que não gostaríamos de fazê-lo; algo que não queremos fazer, algo que não seja interessante,

algo que exija que nos submetamos à autoridade de alguém, em qualquer dessas situações Ele fala ao nosso coração: seja fiel! Nunca Deus nos colocará sobre grandes coisas se não formos fiéis nas mínimas coisas.

3- Ter um coração reavivado (2 Tm 1:6; Ef 5:18-21)

Pergunte aos participantes: Como podemos manter um coração reavivado vivendo em um mundo que tenta roubar nossa fé e nos seduzir constantemente com seus prazeres?

Deus quer que tenhamos um coração avivado, Deus não se agrada de apatia. Vemos Paulo falando a Timóteo que reavivasse o dom que este havia recebido. Provavelmente Timóteo estava ficando com medo, cansado e inseguro em relação ao seu chamado. Se espírito estava esmorecendo, então Paulo vem com uma palavra forte para reavivá-lo. Paulo fala no mesmo capítulo, lembre-se da fé da sua vó, lembre-se da fé de sua mãe, lembre-se de quando eu impus as mãos sobre ti e orei por você. Ninguém pode reavivar o seu dom, aquela chama dentro de você da forma que você mesmo pode. Você pode ler, ouvir palavras poderosas, tremendas, mas logo se esquecer dela e ficar com um coração frio. Por isso é que você deve se reavivar e não ficar esperando por “um grande mover” externo.

Muitos querem ter um coração mais avivado, mas não sabem o que fazer para isso acontecer. A primeira coisa é deixar de andar com pessoas apáticas, se você se relaciona constantemente com pessoas que são assim, você acabará adquirindo os mesmos hábitos desta pessoa. Da mesma forma, se você se relacionar com pessoas animadas, visionárias, logo você também se sentirá animado e sua visão será ampliada.

Outra coisa: não adianta nada dizer: “queria me sentir daquela forma”. Você precisa decidir fazer algo com relação ao que sente. Se você quer ter vitória sobre os seus sentimentos, fará tudo o que for preciso só para alcançar o que quer. Temos de parar de choramingar com pena de nós mesmos, desejando: queria ter isto, queria não ter aquilo, queria que meus pais me amassem mais, queria não ter esse problema de saúde… queria …queria… queria… somente ficar querendo não resolve nada, temos que trabalhar duro e fazer o que pudermos para conseguir o que queremos.

Em Rm 12:11 lemos: No zelo não sejais remissos, sede fervorosos no espírito servindo ao Senhor. Para que a nossa chama sempre brilhe, temos de mantê-la acesa, queimando.

E como mantermos a chama acesa? A Palavra de Deus saindo de minha própria boca na forma de oração, louvor ou pregação, ou confissão é a melhor forma de alimentar o fogo. Ele reaviva o dom que tenho, mantem o fogo ardendo e impede que meu espírito esmoreça dentro de mim.

Não há razão para ficarmos adiando as coisas. A melhor forma de nos prevenirmos contra o espírito de passividade é fazer as coisas agora e com todas as nossas forças.

Reflita por 1 minuto: Como está o seu coração hoje? Seu coração está sensível a voz do Senhor, você tem um coração sincero, confiável, você tem reavivado o seu coração dia após dia?

Finalize orando com todos, profetizando palavras abençoadoras sobre a vida deles.

No amor de Cristo,

Seus pastores, Alexandre e Fabiane Bastos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *