No comments yet

ESTUDO DE CÉLULA – TER UM CORAÇÃO PARA DEUS – parte 2

Tema: TER UM CORAÇÃO PARA DEUS – parte 2

TEXTO: Pv 23:26; Rm 11:16

Pergunte aos participantes da célula: O que você entende sobre ter um coração voltado para Deus?

Semana passada, estudamos em nossa célula sobre ter um coração totalmente devolvido para Deus, pois se nossos corações forem do Senhor, Ele terá todo restante do nosso ser, a Bíblia diz que assim como é a primícias, é a totalidade, se nosso coração está rendido a Deus, o restante também estará.

O QUE TEM CONTROLADO SEU CORAÇÃO? (Fp 4:8,9)

Reflita por um minuto como foi seu dia hoje: Foram esses pensamentos virtuosos de Filipenses que ocuparam a sua mente? (não precisa responder)

Você sabia que aquilo, ou aquele que controla seu coração é o que irá te governar por completo. Como ensinamos a semana passada, quando a Bíblia fala de coração, não está falando de um pedaço de carne, mais aquilo que controla o seu ser por completo, sua mente. O que tem controlado sua mente?

Nós sabemos que não é fácil manter apenas pensamentos virtuosos em nossa mente. Todos enfrentamos problemas diariamente, e nossa mente é atacada com os mais diversos tipos de pensamentos. Mas a Bíblia realmente sabe o que é melhor para cada um de nós. Então, se ainda não chegamos neste nível, de ter um coração ocupado só com pensamentos louváveis, precisamos dia após dia treinar nossa mente, pois isso nos dará paz em meio as guerras que enfrentamos.

Um ditado popular diz que não podemos impedir que um pássaro sobrevoe sobre nossa cabeça, mas podemos impedir que ele pouse e faça ninho sobre ela. Qual tem sido sua atitude diante dos pensamentos negativos, destrutivos, malignos, que tem sobrevoado sobre sua cabeça? Tem expulsado, ou tem permitido que façam ninho na sua mente?

TER UM CORAÇÃO APROVADO ( I Sm 16:7)

Pergunte aos participantes: Em sua opinião, o que seria um coração aprovado diante de Deus? Você já perguntou para Deus se ele tem aprovado seu coração?

As motivações do nosso coração são mais importantes do que qualquer aparência para Deus. Muitas vezes o nosso exterior é belo, mas por dentro estamos “acabados”, desmotivados, revoltados com Deus e todo mundo, invejosos, fracassados, tristes, desobedientes, orgulhosos. De acordo com a Palavra, um coração aprovado por Deus precisa ser:

1. Um coração aberto: disposto a aprender coisas novas. Nosso coração deve estar sempre aberto para aprender o novo de Deus. Pessoas inflexíveis ficam paralisadas no tempo. Algumas pessoas são tão orgulhosas que não querem ouvir ninguém, muito menos seguir um bom conselho. Tenha um coração sábio, disposto a ser moldado!

2. Um coração obediente: Se não formos obedientes de todo o coração não podemos esperar ser abençoados. Há pessoas que obedecem com o comportamento, mas não são obedientes com o coração, fazem o que deve ser feito, somente por obrigação. Deus não aprova um coração assim. Não existe coração 50% para Deus, Ele quer 100% do seu coração. Esteja pronto em obedecer e obedeça até as últimas consequências. Não seja o tipo de pessoa que Deus tem que falar as mesmas coisas cinquenta mil vezes.

3. Um coração que crê: Se quisermos agradar a Deus, é imprescindível exercer a fé (HB 11:6). Muitas pessoas até estão na igreja, nas células, mas não creem no poder Deus. Até sabem que Ele existe, mas estão sempre duvidando que Suas promessas irão se cumprir. Esperam ver para crer, enquanto o que Deus espera é exatamente o contrário: crer para ver! Infelizmente nem todo crente verdadeiramente tem um coração que crê. A incredulidade produz frieza espiritual na nossa vida. Livre-se dela! Decida crer, sem ver! Ouça testemunhos, ouça pregações, busque ser discipulado e sua fé irá amadurecer.

4. Um coração perdoador: Nunca chegaremos a lugar nenhum enquanto não aprendermos a perdoar os outros, pois se não perdoarmos, não seremos perdoados por Deus (Mt 18). Queremos receber o perdão de Deus, mas somos demorados em perdoar os outros. Guardamos mágoas. Ressentimos a dor. Existem pessoas presas em suas próprias vidas a anos, se auto sabotando por falta de perdão, um coração devolvido para Deus não fica preso naquilo que sofreu, ele perdoa.

Falamos mal das pessoas. Até quando? Se queremos estar em paz com Deus e com as pessoas precisamos ter um coração perdoador. Somos medidos com a mesma medida que medimos as pessoas, se temos um coração para perdoar, seremos também perdoados em nossas falhas, que não são poucas..

Continua …

Finalize orando com todos, para que o Senhor molde nossas vidas a fim de termos um coração aprovado diante de Deus.

DEUS ABENÇOE, AP. ALEXANDRE BASTOS

Post a comment